“Trabalhar como perfumista dá dinheiro?”

Como fundadora de uma escola olfativa que tem como um de seus pilares inspirar não só a pensar ou fazer diferente, mas a sentir diferente, me sinto na necessidade de fazer com que você… se sinta diferente diante desse tipo de questionamento.

Nesses 8 anos de Paralela, abracei definitivamente a responsabilidade de orientar carreiras, sempre sob essa premissa do sentir diferente, de ir além do preto e branco e encontrar beleza nas outras nuances.

Quando consideramos que apenas o Perfumista leva todo o crédito, glamour, status ou seja lá qual for o valor distorcido que embutimos nessa suposição, ocultamos toda a genuína relevância que outros caminhos da perfumaria são capazes de nos guiar.

Outros caminhos são tão realizadores quanto – e convenhamos, muito mais acessíveis. Um segredinho aqui entre nós: essa é uma profissão tão comum que, no mundo todo, existem mais astronautas do que perfumistas. Pois é!

É de fato uma profissão fascinante, mas um perfumista não trabalha sozinho. Então coloco aqui para você, muito brevemente, algumas dessas oportunidades que se abrem ao ser um expert em perfumes:

Avaliador Olfativo: Faz a ponte entre o perfumista e o cliente. Com olfato afiado, gerencia projetos, apoia o perfumista na criação das fragrâncias, seleciona e apresenta ao cliente as melhores criações.

Marketing: Desenvolve projetos e gera ideias criativas para contar histórias, traduzir sensações, promover experiências e encantar . 

Comercial: Com conhecimento olfativo, transmite para seus clientes segurança no desenvolvimento de novas fragrâncias e dialoga com perfumistas e avaliadores na mesma linguagem técnica da perfumaria.  

Pesquisador de Mercado: Conduz as pesquisas com consumidores, decodificando a linguagem das fragrâncias para traduzir desejos do consumidor, do amaciante até a colônia. 

Analista Sensorial: Conduz estudos e painéis sensoriais que produzem resultados quantitativos. 

Controle de Qualidade: Responsável técnico da qualidade dos produtos da empresa, seja ela uma Casa de Fragrâncias ou marcas de cosméticos e limpeza, como Natura e Unilever, por exemplo.

Além dessas possibilidades, empreender é sempre um desafio empolgante, do qual sou até suspeita pra falar. E se esse é seu desejo ou se já é a sua realidade, ser um expert em perfumes trará impacto positivo e um diferencial para o negócio.

Mais uma vez, ampliando o questionamento, para sentir de forma diferente, é muito importante considerar os meios, não apenas os fins. Uma cadeira, um cargo, um status, é um fim. Mas o meio é aquela verdadeira realização, movida profundamente pela perfumaria como uma arte sensível, potente e sutil, que trará completude em sua vida e, por consequência, sustentabilidade financeira.

Se agora, com o seu sentir apurado, você compreendeu que deseja trilhar um desses caminhos, conectando-se ao nariz, ao olfato, estudando e treinando com profundidade, posso te guiar.

Todos esses caminhos te exigem uma formação: a de expert. E é assim que conduzimos o calendário dos nossos cursos. Para saber mais detalhes, clique aqui.

Deixo você com a maior das minhas sugestões – pense grande na perfumaria, pense em todas possibilidades, pense diferente e claro, sinta diferente.

Sigo por aqui para trocarmos, sempre.

Cheirosamente,

Alê Tucci.

14 de outubro de 2020

Visão para além da cadeira: carreira

“Trabalhar como perfumista dá dinheiro?” Como fundadora de uma escola […]
14 de abril de 2020

O Que Você Sempre Quis Perguntar para a Paralela [FAQ]

Quem diria que o mundo virtual chegaria tão rápido aqui […]